Inglaterra x McLaren


Não entendeu a foto acima, já já você vai entender.

O atual contexto na F1, pós o pálido grande prêmio de Mônaco é o seguinte: O espanhol Fernando Alonso é líder do campeonato com 38 pontos; o Inglês Lewis Hamilton segue empatado com os mesmos 38 pontos. O bi campeão, por ter mais vitórias (2×0), ganha no desempate.

A McLaren foi muito questionada após o GP. Na segunda-feira, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) divulgou um comunicado informando que a McLaren estaria sob investigação, suspeita de ter levado a cabo ordens de equipe para facilitar a vitória de Fernando Alonso no Gp de Mônaco.

A mídia inglesa está histérica. E pasmem. A equipe do sir Ron Dennis também é inglesa.

Pela primeira vez em muito tempo, os jornalistas ingleses criticaram uma atitude tomada pela chefia da McLaren – que, desta vez, não privilegiou um piloto da terra da Rainha. Questionou-se por que a Mclaren alterou a estratégia de uma parada de Hamilton para duas, que deixou os ingleses furiosos. Foi paulada de todos os lados: The Daily Telegraph, The Daily Mail, The Times. e o Daily Mirror, que teve em seu correspondente Byron Young sua voz mais ativa:

“talvez tenha sido o mais dramático: “Lewis Hamilton deu tudo de si ontem por uma corrida em que não foi autorizado a vencer. O sonho de um garoto de 22 anos em Monte Carlo foi sabotado pelo homem que fez mais por ele nas pistas – exceto o pai, Anthony. E ontem este homem, Ron Dennis, não se mostrou arrependido”, reportou.

Nesta quarta, a FIA após analisar telemetria e comunicação de rádio da McLaren em Mônaco, a FIA decidiu não punir ninguém pelas supostas ordens de equipe a que teriam favorecido Alonso. De acordo com a entidade, a McLaren não desrespeitou o Código Esportivo Internacional.

E a mídia inglesa continua histérica.

Os Espanhóis resolveram entrar na discussão. Na mesma quarta feira, o jornal esportivo “As” veio com essa notícia.

Resumindo: o apaixonado jornal espanhol disse que a Mercedes conseguiu antecipar para Mônaco uma evolução do motor (estão congelados, sim, mas sempre dá para fazer uma coisinha ou outra) que só seria usado em Indianápolis. Se aquele site O Fuxico cobrisse a F1, ele teria a mesma credibilidade que o As.

Hoje em 31 de maio de 2007, o site Grande Prêmio trás a réplica dos jornais ingleses. Como Kimi Raikonen vai mal na Ferrari e o Lewis vem sendo sacaneado na McLaren, dão como certo a ida do Inglês prodígio para Ferrari ano que vem.

Claro que isso não vai acontecer. O filandês foi contratado a peso de ouro pela Ferrari para ser o primeiro piloto do time. Tem o segundo maior salário da categoria (40 milhões de dólares / ano). Parece-me estar sofrendo ou com o carro ou com os compostos dos pneus Bridgestone, já que ano passado corria de Mclaren e Michelin.

Esse tipo de cascata que a mídia inglesa está arrumando para pressionar o chefão da equipe de Woking não vai funcionar. Acho muita ingenuidade, chega a ser patético. Muitos jornalistas precisam aprender que eles tem muito menos importância do que imaginam.

Ron Dennis , quando leu essas bobagens, deve ter dado uma de suas raras gargalhadas.

Essa batalha entre a imprensa inglesa e a McLaren vai se estender até, pelo menos, a primeira vitória do melhor estreante da história da F-1 acontecer.

Ah, a foto deste post é uma montagem. Eu ainda não estou maluco, hein!


Informou: Cevada Buster TM

Anúncios

Uma resposta em “Inglaterra x McLaren

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s