A segunda chance e o triunfo de Sutil

Imagem

Enquanto todo mundo parava nos boxes para trocar o composto supermacio, o piloto alemão Adrian Sutil, da Force Índia, permanecia na pista ganhava posições. O alemão largou fechando a sexta fila, na 12ª posição do grid. Escolheu os pneus médios e aí deu o pulo do gato na corrida.

Adrian Sutil, o último a garantir uma vaga no grid da F1 2013 na Force Índia , liderou 11 voltas do GP da Austrália e, num certo momento nas redes sociais, pintou como postulante à vitória, o que seria a maior zebra dos últimos tempos. Em entrevista à revista alemã ‘Auto Motor und Sport’, declarou: “É surpreendente ver o quanto eu estava bem. Quando vi P1 na placa, foi emocionante”,

Mas na volta 43, o Sutil foi presa fácil para Kimi Raikkonen, que assumiu a liderança da corrida e dali não mais saiu. O alemão perdeu terreno quando calçou os supermacios, se arrastou e no final terminou na sétima posição.

A performance de Adrian Sutil nas ruas do Albert Park, em Melbourne, mostra que a Force Índia acertou em cheio ao promover seu retorno à F1. O alemão estava afastado por conta de uma agressão a Eric Lux, um dos cofundadores do grupo Genii, que tem participação na Lotus, na noite após o GP da China de 2011. O alemão é muito melhor que seu companheiro Paul di Resta e ainda tem muita lenha para queimar na categoria. Numa rara segunda chance na categoria, a F1 viu um retorno triunfal de um piloto no último domingo (17), em Melbourne.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s