Os números de 2014

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog. Dois caboclos do Alaska visitaram Cevadabuster.com!

Aqui está um resumo:

Um bonde de São Francisco leva 60 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 560 vezes em 2014. Se fosse um bonde, eram precisas 9 viagens para as transportar.

Clique aqui para ver o relatório completo

Serviço: GP da Austrália 2014

Fonte: Formula 1 App Aos amigos de plantão, segue a programação do GP da Austrália, primeira etapa do mundial de 2014 de Fórmula 1. Como os caras estão do outro lado do mundo, hoje a “noite” (13), já tem carro na pista. A bagaça começa as 22h30. O esquema de transmissão de TV é o mesmo dos últimos anos. Treinos Livres no Sportv, classificação e corrida na Globo. Mais tarde trago o link do streaming da SkySports F1, pra mim, a melhor cobertura da categoria.

Round 2: Tilkódromo Malaio

Imagem

Saindo da Austrália, poucas horas de vôo e o circo da Fórmula 1 desembarca para a segunda etapa do mundial 2013. Neste final de semana, o circuito de Sepang – próximo a capital Kuala Lumpur, também conhecido como “Tilkódromo da Malaio”, recebe pela 15ª vez uma etapa do mundial de Fórmula 1. Lá, o contraste em relação à etapa de abertura do mundial: muito calor, a umidade e as tempestades severas da zona equatorial.

Para atender a programação das televisões do velho continente, e garantir a audiência, mais uma vez Titio Bernie Ecclestone tomou a decisão de manter a largada às 16h de domingo (5h da manhã – horário de Brasília). É claro que o evento vai sofrer com a concorrência da chuva, tradicional nas cidades localizadas na região próxima a linha do equador. Outro fator que joga contra é o crepúsculo. Com o sol próximo a linha do horizonte, os pilotos sofrem com a incidência direta de luz na viseira dos capacetes.

Imagem

Em 2009, uma tempestade atingiu o circuito de Sepang durante a corrida. Os carros sem estabilidade e com a visibilidade prejudicada por conta dos sprays, deram voltas e mais voltas atras do Safety Car. Mas a chuva já era bem intensa e tornou a pista impraticável em Sepang. Bandeira Vermelha!

Com os carros parados no grid, cada piloto aguardava uma decisão à sua moda. Uns aguardavam no grid. Outros, de dentro do carro. Quem não lembra do famoso episódio de Kimi Raikkonen saboreando um picolé Magnum nos boxes da Ferrari? Após quase uma hora de paralisação, a corrida foi encerrada na volta 31 pelos comissários, principalmente pela falta de luz natural, porque a chuva já tinha diminuído sua intensidade. De Brown GP, Jenson Button recebeu a bandeirada, mas só levou metade dos pontos.
Imagem

É, pelo visto titio Bernie gosta de fortes emoções. Desafiar o clima malaio deve ser o seu passatempo favorito na temporada. 

O que acontece com o RB9?

Imagem

O que aconteceu com o carro de Vettel durante o GP da Austrália no último domingo? Com os pneus supermacios, sempre andou na ponta durante todo final de semana, principalmente na classificação na manhã de domingo. Sebastian Vettel e o seu RB9 sobravam na turma. Apontar o conjunto rubro taurino #1 como favorito para o GP era garantir uma grana extra nas casas de apostas.

Veio a largada e Vettel manteve a ponta. Todos esperavam que, após o complemento da primeira volta, o tricampeão daria PT Saudações à concorrência. Que nada. Hamilton, Massa e Alonso encheram seu retrovisor até a nona volta, quando parou para trocar os compostos supermacios da Pirelli pelos médios.

Daí pra frente, vimos uma Redbull perder velocidade após poucas voltas com os novos compostos. Vettel andou no limite para chegar ao pódio. O esperado passeio alemão em Melbourne, transformou-se numa performance discreta. Mas e as respostas? O que aconteceu com o carro que dominou todos os treinos durante o final de semana? Aqui, vale ressaltar que a temperatura em Melbourne no último domingo era de 19 graus, baixa em relação aos últimos anos. Vamos esperar o calor malaio para conferir se o problema da RedBull é baixa temperatura, ou se a Austrália foi um mero acidente de percurso.

Carro usado

Imagem

Uma crise daquelas na McLaren e a gente aqui no Brasil discutindo sobre a proibição da venda do suco Ades de Maçã! Tsec… tsec… tsec…

Não entendeu? Segue um breve relato: depois do vexame durante o final de semana na Austrália, onde a equipe fechou o GP na 9ª e 11ª posição, com Button e Perez respectivamente, Martin Whitmarsh, chefão da Mclaren, afirmou na manhã desta segunda (18), que caso a equipe não consiga melhorar o projeto de 2013, o MP4/28, vai recorrer ao design de seu antecessor.

A Informação foi descartada ao longo do dia e publicada no site Grande Prêmio.

Tá bom o clima em Woking?

A segunda chance e o triunfo de Sutil

Imagem

Enquanto todo mundo parava nos boxes para trocar o composto supermacio, o piloto alemão Adrian Sutil, da Force Índia, permanecia na pista ganhava posições. O alemão largou fechando a sexta fila, na 12ª posição do grid. Escolheu os pneus médios e aí deu o pulo do gato na corrida.

Adrian Sutil, o último a garantir uma vaga no grid da F1 2013 na Force Índia , liderou 11 voltas do GP da Austrália e, num certo momento nas redes sociais, pintou como postulante à vitória, o que seria a maior zebra dos últimos tempos. Em entrevista à revista alemã ‘Auto Motor und Sport’, declarou: “É surpreendente ver o quanto eu estava bem. Quando vi P1 na placa, foi emocionante”,

Mas na volta 43, o Sutil foi presa fácil para Kimi Raikkonen, que assumiu a liderança da corrida e dali não mais saiu. O alemão perdeu terreno quando calçou os supermacios, se arrastou e no final terminou na sétima posição.

A performance de Adrian Sutil nas ruas do Albert Park, em Melbourne, mostra que a Force Índia acertou em cheio ao promover seu retorno à F1. O alemão estava afastado por conta de uma agressão a Eric Lux, um dos cofundadores do grupo Genii, que tem participação na Lotus, na noite após o GP da China de 2011. O alemão é muito melhor que seu companheiro Paul di Resta e ainda tem muita lenha para queimar na categoria. Numa rara segunda chance na categoria, a F1 viu um retorno triunfal de um piloto no último domingo (17), em Melbourne.

“Habemus supresa”: Kimi Raikkonen vence na Austrália

Imagem

Vamos direto ao fato: a Lotus não tem o carro mais veloz do grid e, mesmo com a vitória em Melbourne, não acho que Kimi Raikkonen seja candidato ao título de pilotos em 2013. A estratégia adotada pela Lotus e bom ritmo do finlandês durante o GP foram essenciais para o resultado final. Vale lembrar que ele largou da sétima posição no grid. Mas daí apostar num título do finlandês… 

Diria que a vitória de Kimi Raikkonen foi uma grande e baita surpresa. Kimi voltou a Formula 1 no ano passado. Ficou ausente da categoria por dois anos e durante o período, se aventurou em corridas de Rallys e até na Nascar. Terminou a temporada passada na terceira posição, com uma Lotus que normalmente andava no meio do grid. Hoje, quase um ano depois de seu retorno, lidera o mundial de pilotos. Todos vibram!

Numa corrida cheia de alternativas, Kimi mostrou todo seu valor. Hora perecia não estar nem aí para o mundo. Noutra, mostrou que um campeonato mundial de pilotos não cai no colo de qualquer um. A baixa temperatura em Melbourne colaborou para seu desempenho. Kimi Raikkonen e a Lotus souberam trabalhar com os compostos que a Pirelli levou para Austrália: supermacios e Médios. O primeiro esfarelava a cada volta nos 5.303m de Albert Park –  Button trocou os supermacios na quarta volta! Após nove voltas com esse composto e mais dois stints de 24 e 25 voltas respectivamente com os compostos médios, o homem de gelo correu para o abraço. Ao final do GP, frio, respondeu para seu engenheiro: Temos um carro!

No dia de St. Patrick’s, Kimi Raikkonen se divertiu no pódio, deu uma generosa golada na sua champagne, brindou sua 20ª vitória na categoria e no próximo final de semana, vai para Sepang, na Malásia, como líder do campeonato. Resumindo: matou uma penca de bolões mundo afora. E você, aposta no Ice Man para o título de 2013?

 

Serviço: GP Brasil 2012

Imagem

Palco de boas corridas, Interlagos decide Mundial de F1 pela sexta vez em oito anos. Uma das melhores pistas da F1, com longas retas, miolo desafiador e um clima que quase sempre apronta uma surpresinha por lá.

O vice-líder do campeonato, o espanhol Fernando Alonso ou El Fodón de las Astúrias, retorna ao palco em que comemorou seus dois títulos mundiais para buscar o tri contra o Alemão Sebastian Vettel. O histórico de decisões do GP Brasil de F1 joga contra o espanhol: apenas Kimi Räikkönen conseguiu virar o jogo em Interlagos para ficar com o título.

Imagem

Segue abaixo, a programação do GP do Brasil, 20ª e última etapa do Mundial. Um Grande Prêmio amado por uns e odiado por outros. A meteorologia prevê possibilidades de chuva em Interlagos no sábado à tarde e chuva forte no domingo pela manhã, diminuindo de intensidade à tarde.

23/11 Sexta
10h00 – 11h30: F-1, 1º treino livre
12h00 – 12h35: Porsche Cup, treino livre
14h00 – 15h30: F-1, 2º treino livre
15h45 – 16h20: Porsche Challenge, treino livre

24/11 Sábado
11h-12h: F-1, 3º treino livre
14h-15h: F-1, treino classificatório
15h10-15h45: Porsche Cup, treino classificatório
16h-16h35: Porsche Challenge, treino classificatório

25/11 Domingo
9h15 – 9h25: desfile de carros de serviço
9h40 – 1015: Porsche Challenge, corrida
10h30 – 11h05: Porsche Cup, corrida
13h30: F-1, formação do grid
13h45: F-1, fechamento dos boxes
14h: GP do Brasil, 71 voltas

Simplesmente um Luxo

Assisti ontem a tarde o sensacional GP de Laguna Seca de Moto GP.

Valentino Rossi e Casey Stoner duelaram com a faca nos dentes, como diz um narrador global por aí.

Trocaram de posições diversas vezes, se tocaram, duelaram. Desafiaram o “Saca Rolha” diversas vezes.
Um luxo!

Até que o australiano errou uma freada e caiu na curva 14 do circuito californiano. Conseguiu retornar a pista para chegar em segundo.

Valentino conseguiu interromper a sequencia de vitórias do Stoner e chegou a 217 pontos no campeonato. Stoner assumniu a vice liderança com 187 pontos.

Tanto a Moto GP, quanto a Formula 1 esse ano estão enchendo os olhos dos amantes da velocidade.

Informou: Cevada Buster TM

Schedule – F1 Germany GP

Segue a programação para o GP deste fim de semana, no horário de Brasília:

Sábado, 19 de julho

  • l6h-7h: 3º treino livre – Itv Live Feed
  • 9h-10h: treino oficial – Globo

Domingo, 20 de julho

  • 9h: GP da Alemanha (67 voltas, 306,458 km) – Globo

Informou: Cevada Buster TM

Jeito "Piquet" de celebrar

Essa foi no Grande Prêmio da Inglaterra, em Silverstone.
Vejam acima, como Nelsinho Piquet se expressou com a primeira pole position da carreira do finlandês da Mclaren Heikki Kovalainen.
Depois dessa, acho que o Kova ficou com receio de vencer a corrida no domingo.
Informou: Cevada Buster TM

Primeiro Round – Melbourne

  • Race Date: 16 Mar 2008
  • Number of Laps: 58
  • Circuit Length: 5.303 km
  • Race Distance: 307.574 km
  • Lap Record: 1:24.125 – M Schumacher (2004)

Informou: Cevada Buster TM

You Tube: Jerez – Dia 2

Vamos dar uma espiada como foi o segundo dia de testes coletvos no Circuito de Jerez de La Frontera na Espanha.

Hoje foi a reestréia de Alonso na Renault, e seguindo a nova moda, de casco novo.

Essa Formula 1 moderna…

Informou: Cevada Buster TM

Direto do túnel do tempo


O grande barato dessa foto é Senna realmente tinha um Corcel, e gostava tanto de Ford que comprou uma revenda, a Frei Caneca…

E adivinhem qual foi seu primeiro prêmio como piloto profissional?

Foi um Escort XR3 em 1982. Que beleza!!!

Eu amo esse cara.

Informou: Cevada Buster TM

2000

Olá Pessoas,

Só tenho que agradecer as visitas recebidas aqui no Cevada Buster TM.
Apesar de um longo período de inatividade, o Blog voltou a todo vapor e conseguimos chegar a marca de 2000 visitas (Fonte: statcounter.com)
Mais uma vez, muito obrigado !!!

Informou: Cevada Buster TM

Voltei… Feliz 2008 a todos

Olá pessoas,
Estou de volta depois de alguns meses de inatividade.
Após muito chopp e muitas rabanadas estou de volta para nosso bate papo diário aqui no Cevada Buster Blog. E claro, sempre falando de Automobilismo.
Até o final do dia volto com mais novidades.
Um grande abraço e sejam bem vindos !!!

Informou: Cevada Buster TM

Quem avisa…

O finlandês e boa praça Mika Hakkinen, bicampeão pela Mclaren nas temporadas de 1998 e 1999, em entrevista ao jornal finladês “Italehti” revelou que alertou o compatriota Kimi Raikkonen a não trocar a equipe do boa praça Ron Denis pela Ferrari na temporada 2007.

Mika disse que a melhor coisa seria Kimi ter continuado na Mclaren ao lado do Bi campeão Fernando Alonso. Disse ainda que o melhor ambiente e o entrosamento do com o time inglês poderia ajudá-lo nesta temporada e avisei-o de que a mudança de equipe não podia ser boa

Fazendo questão de dizer que não está querendo ser oportunista, Hakkinen completou a entrevista com a seguinte frase: “Para sua infelicidade, minhas previsões estão acontecendo”, confessou.”

Quem avisa, amigo é.

Informou: Cevada Buster TM

Hora Extra

Os rumores a respeito da saída de Ralf Schumacher, piloto da Toyota, são cda vez mais fortes. relatos vindo da Alemanha nesta semana sugeriram até mesmo que Ralf poderá ser substituído no meio da temporada se sua forma não melhorar nas próximas duas corridas.

Ralf vem tendo problemas para igualar o ritmo de seu companheiro Jarno Trulli até agora nesta temporada, e com seu contrato com a Toyota terminando no final do ano, surgiram dúvidas em relação à sua permanência na equipe.

Ralf Schumacher, 31 anos. Estreou na Fórmula 1 em 1997 pela equipe Jordan e terminou no pódio já em sua terceira corrida, no Grande Prêmio da Argentina.

Em 1999 foi para Williams onde obteve 6 vitórias na carreira, mas nunca brigou diretamente pelo título. Perdeu espaço para o colombiano Juan Pablo Montoya.

Claro que não estou falando sobre o competidor mais querido e carismático que a categoria já viu.

Estou falando de Ralf, o irmão caçula de Michael Schumacher.

O mesmo que já afirmou publicamente que não tem amigos. Fato esse confirmado pelo Schumy.

Ralf está fazendo Hora extra na F1. O prazo de validade do “carismatico” irmão caçula do Schummy, expirou.

Bom mesmo só as disputas com Montoya que foi seu companheiro na Williams de 2001 até 2004.

De resto, se os boatos forem comprovados, poderemos ver, definitivamente, o nome Schumacher desaparecer da F-1 em menos de um ano.

Informou: Cevada Buster TM